NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Sábado, 11 de Julho de 2020
POLÍCIA
Terça-feira, 22 de Janeiro de 2019, 17h:18

PROTESTO

Motoristas de aplicativos cobram mais segurança

Motoristas de aplicativos, como Uber, Agili, Urban e 99 Pop, de Cuiabá e Várzea Grande realizaram, ontem (22), um protesto por mais segurança aos profissionais que atuam nas duas cidades. Concentrados próximo ao Ginásio Aecim Tocantins, no Verdão, eles seguiram um movimento nacional que cobra maior atenção dos poderes públicos e das empresas responsáveis. Como forma de chamar a atenção das autoridades públicas e da população, houve um pedido dos organizadores para que todos os motoristas desligassem seus aplicativos. “A decisão foi tomada e vamos ficar 24 horas paralisados. Estamos pegando uma carona na greve nacional reivindicando mais segurança. Hoje, a situação está insustentável em Cuiabá e Várzea Grande. Está impossível dirigir à noite, pois não temos segurança como deveríamos ter. Sabemos que hoje há um déficit por que os carros (da polícia) estão parados no pátio, sendo que deveriam estar nas ruas proporcionando mais segurança à população”, disse o presidente da Associação dos Motoristas de Aplicativos no Estado, Cléber Cardoso. Na Grande Cuiabá, os casos de roubos envolvendo a categoria tem sido frequentes. O último ocorreu na noite de segunda-feira (21), no bairro CPA 2, na Capital. Segundo informações da polícia, o motorista teria ido buscar dois passageiros no Parque das Águas, no Centro Político Administrativo (CPA) e seguiu para o destino. No caminho, um dos passageiros segurou o braço do motorista e anunciou o assalto. Nisso, o motorista parou o carro bruscamente, pulou e saiu correndo por uma avenida. Apesar do susto, ele não se feriu e teve apenas a camiseta rasgada. A Polícia Militar foi acionada, mas não localizou os suspeitos do crime. Os policiais encontraram o veículo horas depois próximo da Rodovia Helder Cândia, conhecida como Estrada da Guia, na Capital. De acordo com o representante dos motoristas, Kleber Campos, apenas na região metropolitana foram registrados mais de 80 boletins de ocorrência envolvendo motoristas de aplicativos em 2018. Por isso, dos cinco mil motoristas ativos nos mais de cinco aplicativos de transporte, 120 resolveram acompanhar o protesto. Mas, os demais também decidiram contribuir com a manifestação desligando os serviços, sem sair de casa. O protesto também teve o objetivo de retomar a discussão sobre a regulamentação do serviço de transporte pelas plataformas. Em Cuiabá, por exemplo, proposta com esse objetivo quase chegou a ser votada na Câmara Municipal no ano passado. Porém, o projeto foi retirado de pauta para correção ou alteração e, até então, não voltou para apreciação.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
O que você achou da decisão da Justiça de decretar lockdown em Cuiabá e VG?
Acertada
Demorou
Antes tarde...
Tanto faz
PARCIAL