NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Terça-feira, 14 de Julho de 2020
POLÍCIA
Terça-feira, 01 de Novembro de 2016, 19h:40

GEFRON

Novos policiais são qualificados

A capacidade de ler e de se localizar por meio de coordenadas geográficas é também um dos requisitos para ser um policial na região da fronteira com a Bolívia. Por este motivo, os 39 alunos do curso de Policiamento de Fronteira (CPfron) receberam, na segunda-feira (31), instruções práticas e teóricas sobre georreferenciamento. As atividades foram realizadas em período integral. Pela manhã, os alunos aprenderam a fazer a leitura de mapas e coordenadas geográficas e também a utilizar instrumentos como o aparelho de GPS e a bússola. À tarde, a tropa foi a campo: coordenadas foram repassadas aos alunos, que tinham que percorrer áreas de mata da região até encontrar os pontos exatos no menor tempo possível. A prática foi elogiada pelo soldado PM Bruno César da Costa. “Essa instrução foi uma das mais importantes até agora. Tivemos uma orientação teórica muito detalhada e, com isso, obtivemos sucesso na prática”, avaliou. Um dos professores é o major PM Willyam Becker. Segundo ele, o georreferenciamento influencia diretamente a produtividade do patrulhamento na região. “Além de auxiliar no atendimento a ocorrências, as coordenadas contribuem para o planejamento estratégico das operações especiais de combate à criminalidade na fronteira”, disse. O CPfron teve início no dia 27 de outubro (quinta-feira) e segue até o dia 25 de novembro. As atividades práticas e teóricas são realizadas nos municípios de Cáceres e Porto Esperidião. GEFRON -- Há 14 anos, o Gefron, vinculado à Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), atua no combate a crimes como tráfico de drogas, contrabando e descaminho de bens e valores, evasão de divisas e roubos de veículos. Os policiais realizam patrulhamentos pelas rodovias, estradas vicinais, operações, barreiras fixas e volantes. O Gefron conta com três postos de fiscalização: Matão (no município de Pontes e Lacerda), Vila Cardoso (em Porto Esperidião), Avião Caído (em Cáceres), além da base do grupamento em Porto Esperidião. Os policiais também atuam em parceria nos seis postos fixos do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea-MT) do Corixa, Corixinha, Las Petas, Fortuna, Ponta do Aterro e Marfil.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
O que você acha da decisão da CPI do Paletó de pedir o afastamento do prefeito?
Ele tem que ser afastado
Ele tem que ser cassado
Ele é inocente
Tanto faz
PARCIAL