NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Sábado, 11 de Julho de 2020
POLÍCIA
Quinta-feira, 03 de Novembro de 2016, 20h:05

VIOLÊNCIA

Polícia Civil investiga morte de idosa

A Polícia Civil ainda investiga a causa da morte da anciã Isabel Queiroz, 76 anos, encontrada morta dentro da casa onde viveu 55 anos, localizada na Praça Popular, na noite de sábado (29). Exames realizados pela Perícia Oficial e de Identificação Técnica (Politec) irão esclarecer ao menos essa parte do possível crime ocorrido na rua Senador Vilas Boas. O que se sabe até agora são as marcas visíveis, de ferimentos no rosto e nos braços da senhora, que morava sozinha e havia recentemente se mudado para um apartamento, com uma irmã, por causa do barulho característico do lugar, tornado point de balada dos mais abastados há cerca de dez anos. Uma das netas da vítima falou ao repórter Yuri Ramirez sobre o ocorrido. Ela explicou a ele que a família, como não poderia deixar de ser, estava chocada com o que aconteceu à avó. Esclareceu que ela já havia deixado aquela casa para ir morar em um apartamento com a tia dela, forçada pelo barulho, mas sem nenhuma vontade de fazer isso. Por causa de mudar-se contrariada, queria fazer uma espécie de despedida da casa onde viveu por cinco décadas e meia, prolongando sua estadia ali com a desculpa de realizar a limpeza do lugar. Foi para lá logo de manhã cedo. “Ela foi lá limpar, passar o dia. Gostava muito dali, da vizinhança”, contou a neta. Os vizinhos foram os últimos a verem dona Isabel com vida, perto das 15h de sábado, varrendo a porta da casa. Seu corpo foi encontrado ás 20h. Esse caso está envolto em mistério, pois apesar da primeira suspeita apontar, como no mais das vezes, para os moradores de rua (há vários por ali, guardando carros e ela convivia com alguns deles dando-lhes alimentos e água às vezes), testemunhas disseram ter visto pelo menos três homens em um Volkswagen Gol de cor prata deixando o local bastante nervosos. Quem a matou (caso se confirme ser mesmo um crime), deixou o corpo trancafiado dentro da casa e levou as chaves do lugar. A Polícia Militar não precisou arrombar a casa porque um filho da anciã foi ao local com outra chave, abriu a porta e fez a triste descoberta.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
O que você achou da decisão da Justiça de decretar lockdown em Cuiabá e VG?
Acertada
Demorou
Antes tarde...
Tanto faz
PARCIAL