NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Sexta-feira, 07 de Agosto de 2020
POLÍCIA
Segunda-feira, 13 de Julho de 2020, 18h:00

TRAGÉDIA NO ALPHAVILLE

Polícia investiga arma e cena do crime na morte de adolescente

Delegado admite "quebra-cabeça" em inquérito sobre suposto tiro acidental que matou garota de 14 anos

TÉO GOMES
Da Reportagem
Diário de Cuiabá/Reprodução
Isabelle foi morta dentro de uma casa, no condomínio de luxo Alphaville, em Cuiabá

O delegado Olímpio Cunha Fernandes Júnior, da equipe de investigações da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), deverá ter muito trabalho para oficializar as causas da morte de Isabelle Guimarães Rosa, 14 anos, morta no domingo (12), com um tiro supostamente acidental, disparado por uma amiga, também de 14 anos.

Olímpio Júnior preside o inquérito que apura a morte da adolescente.

A bala, segundo as informações da Polícia Civil, entrou no nariz e atravessou a cabeça de Isabelle.

No domingo, por volta das 22h30, quatros pessoas, todas adolescentes, estavam no local onde aconteceu o crime, o Condomínio Alphaville 1, uma área nobre, no bairro Jardim Italia, em Cuiabá

Dentro da casa, os policiais apreenderam sete armas de fogo, sendo uma no nome do pai da adolescente autora do tiro, quatro em processo de documentação junto ao Exército Brasileiro e duas em nome de outra pessoa que não foram identificadas.

Com a documentação de pelo menos duas armas irregulares, o pai da acusada, o empresário M.C. - nome preservado por lei para não identificar a filha autora do crime de homicídio -, foi preso e autuado em flagrante em crime de posse ilegal de arma de fogo.

O empresário, no entanto, nem chegou colocar os pés na cadeia, pois teve direito a pagar fiança e foi colocado em liberdade, depois do flagrante lavrado pelo delegado Olímpio, já na madrugada desta segunda-feira (13).

Durante as primeiras investigações, a Polícia descobriu que a adolescente autora do tiro que matou Isabelle Guimarães Ramos é praticante de tiro esportivo na modalidade Hangdung- Light.

O perfil com vídeos publicado no Team Molina, dedicado a praticantes do esporte, as imagens exibiam a adolescente durante um treinamento, em um campo de tiros, no dia 23 de junho.

Aliás, a família, principalmente o empresário e seus filhos, todos são praticantes de tiro.

As imagens mostram a habilidade da jovem, que atira e, em seguida troca, o cartucho da arma.

As imagens também mostram a sequência de tiros.

Logo em seguida, o treinador mostra o alvo, onde ela acertou, principalmente no centro e no campo superior. Ele elogia o resultado da atiradora.

AS INVESTIGAÇÕES - O delegado Olímpio Júnior vai tentar montar um verdadeiro quebra cabeça para comprovar, ou não, se o tiro que matou a jovem Isabelle foi mesmo acidental.

Primeiro - O local de crime foi preservado até a chegada de policiais da DHPP e da Perícia Oficial do Estado (Politec)?

Segundo - A arma do crime desapareceu ou não desapareceu?

Terceiro - A arma encontrada posteriormente é a mesma usada no crime?

Isabelle Rosa morreu, na noite do domingo (12), depois de ser atingida por um tiro supostamente acidental feito pela amiga dela, no condomínio de luxo Alphaville, no bairro Jardim Itália, em Cuiabá.

Segundo informações da Polícia Militar, a jovem que atirou tem a mesma idade e pegou a arma do pai dela, que é atirador esportivo.

A vítima, Isabelle Guimarães Ramos foi atingida por um tiro na cabeça.

Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi ao local, mas ela já havia morrido.

A adolescente foi encontrada no banheiro da residência.

Leia mais sobre o assunto:

Adolescente maga a amiga com tiro acidental em Cuiabá


3 COMENTÁRIOS:







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.

Liliana Maria de Almeida  18-07-2020 21:27:35
Delegado queremos a VERDADE ...eu não acredito q foi Acidente ...

Responder

2
1
Maria Helena  16-07-2020 12:28:46
Não acredito que tenha sido acidental não

Responder

4
2
Kilo  14-07-2020 13:33:43
Triste

Responder

3
0



ENQUETE
Como você vê as acusações entre Mauro Mendes e Emanuel Pinheiro sobre o caos na pandemia?
O governador é o culpado
O prefeito da Capital também tem culpa
Essa briga prejudica as ações de combate à Covid-19
É uma disputa político-eleitoral
PARCIAL