NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Sexta-feira, 03 de Julho de 2020
POLÍCIA
Quinta-feira, 03 de Janeiro de 2019, 17h:58

TANGARÁ DA SERRA

Quatro homens são presos por arrombamento

Quatro assaltantes foram presos ontem (3) suspeitos de arrombarem o teto de um banco e tentarem abrir o cofre de uma agência bancária, localizada no Centro de Tangará da Serra (240 quilômetros de Cuiabá). A polícia agiu rápido e conseguiu prender os ladrões, que usaram uma escada para subir no telhado do Banco Santander. De acordo com a polícia, os ladrões forçaram a entrada no prédio pelo forro e também quebraram a porta de vidro para ter acesso aos caixas eletrônicos. Contudo, a movimentação foi descoberta pela polícia, após denúncia sobre a tentativa de furto na instituição bancária. Nisso, a área onde fica a agência foi cercada por policiais até que os ladrões se renderam. Um dos assaltantes foi abordado em um carro, na frente do banco. Ele era o responsável por dar apoio no momento da fuga. Um segundo assaltante foi preso ao tentar fugir pelo buraco do telhado do banco. Os outros dois foram presos no muro da agência. Os suspeitos foram identificados como Ruan Rodrigues de Souza, 20 anos, Geovane Campos Silva, 25, André Luis de Morais, 22, e Viledo Lourenço Sousa, de 36 anos. Três deles já têm passagem pela polícia. Eles seriam moradores de Várzea Grande. No local, a polícia apreendeu as ferramentas, como serra elétrica, furadeira, alicates e chaves de fenda, usadas pela quadrilha, além do carro em que eles estavam. Os suspeitos foram levados à Polícia Civil. Ontem, o banco permaneceu fechado até para a realização da perícia. Hoje, o funcionamento deve voltar ao normal.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
O que você achou da decisão da Justiça de decretar lockdown em Cuiabá e VG?
Acertada
Demorou
Antes tarde...
Tanto faz
PARCIAL