NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Sábado, 04 de Julho de 2020
POLÍCIA
Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2019, 17h:36

CRISE

Servidores penitenciários ameaçam parar a qualquer momento

Os servidores do sistema penitenciário decidiram entrar em estado permanente de assembleia e greve. Com a decisão, tomada em assembleia geral realizada na tarde da última terça-feira (15), a categoria pode paralisar as atividades a qualquer momento. Presidente do Sindicato dos Servidores (Sindspen/MT) e deputado estadual eleito, João Batista, apresentou os vários pontos das medidas que está sendo apresentada pelo governo do Estado na Assembleia Legislativa (AL) e esclareceu como os servidores serão afetados, entre outras dúvidas levantadas pelos servidores no momento da reunião. O Estado prevê o pagamento dos salários dos servidores após o dia 10 do mês subsequente e ainda por meio de parcelamento. O entendimento é de que o movimento poderá ser a maior paralisação da história diante da possibilidade do Reajuste Geral Anual (RGA) deixar de ser obrigatório pelo Executivo. “O governador Mauro Mendes em nenhum momento se mostrou aberto para diálogo ou negociações. Ele simplesmente decide que vai retirar os direitos que foram conquistados com muita luta pelos servidores públicos, então ele terá que aguentar as consequências, porque não aceitaremos ser desmoralizados”, declarou a vice-presidente do Sindspen/MT, Jacira Maria da Costa. Para Batista, o que está sendo imposto pelo governo é inaceitável. “O salário alimentício de servidor público é inegociável, estamos preparando a maior greve unificada que já aconteceu no estado de Mato Grosso. Unidos somos mais fortes e com toda certeza não permitiremos que essa displicência prossiga”, destacou João Batista.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
O que você achou da decisão da Justiça de decretar lockdown em Cuiabá e VG?
Acertada
Demorou
Antes tarde...
Tanto faz
PARCIAL