NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Quarta-feira, 08 de Julho de 2020
POLÍCIA
Quinta-feira, 10 de Janeiro de 2019, 18h:13

MORTE NA VALLEY

Universitária atropelada em frente à boate deixa UTI

Única sobrevivente de um atropelamento, na Avenida Isaac Póvoas, no Centro de Cuiabá, estudante de Direito Hya Girottos Santos, 21 anos, deixou a unidade de terapia intensiva (UTI) do Hospital Geral (HGU) na quarta-feira (9) e passou por sua quarta cirurgia. Ela se recupera bem. Outras duas cirurgias foram realizadas após o atropelamento, sendo uma no ombro direito e outra para desobstruir uma artéria. Anteontem, passou por um procedimento para corrigir uma fratura no braço esquerdo. Conforme familiares, ela já está conversando e se alimentando normalmente, mas ainda precisa fazer exames para ver se tem obstruções. O acidente ocorreu na madrugada do dia 23 de dezembro, quando ela, e os amigos Myllena Inocêncio, 22 e Ramon Alcides, 25 anos, saíam da boate Valley Pub quando foram atropelados pela bióloga Rafaela Screnci da Costa Ribeiro, 33 anos. Myllena Inocêncio morreu na hora e os outros dois foram socorridos em estado gravíssimo por uma equipe médica do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Ramon Alcides morreu cinco dias após o acidente com traumatismo craniano. A professora se negou a fazer o teste do bafômetro e foi encaminhada para o Instituto Médico Legal (IML) para fazer exames clínicos. Após, conduzida para Central de Flagrantes. Detida, ela ganhou liberdade no dia 24 de dezembro, após passar por audiência de custódia.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
O que você achou da decisão da Justiça de decretar lockdown em Cuiabá e VG?
Acertada
Demorou
Antes tarde...
Tanto faz
PARCIAL