NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Quarta-feira, 02 de Dezembro de 2020
POLÍTICA
Quarta-feira, 18 de Novembro de 2020, 18h:02

RACHA NO MDB

Bezerra pede para Janaína ficar neutra no segundo turno

No primeiro turno, deputada estadual rejeitou Emanuel Pinheiro e decidiu apoiar Roberto França (Patriota)

KAMILA ARRUDA
Da Reportagem
Divulgação
O deputado Bezerra, que tenta evitar um racha no MDB

O deputado federal Carlos Bezerra, presidente do MDB em Mato Grosso, entrou em campo, neste segundo turno nas eleições na Capital.

Com o objetivo de preservar a campanha do prefeito Emanuel Pinheiro à reeleição, o emedebista interviu junto à deputada estadual Janaína Riva.

No primeiro turno, a parlamentar atuou como cabo eleitoral do ex-prefeito Roberto França (Patriota), apesar de o MDB ter candidatura própria em Cuiabá.  

Apesar de reconhecer as divergências entre Janaína e o atual chefe do Executivo Municipal, Bezerra garantiu que a deputada irá ficar neutra neste segundo turno.

Para ele, brigas pessoais não pode interferir nos projetos da agremiação. 

“Ela é vice-presidente do partido, tem uma diferença com Emanuel. Por isso, que ela tomou essa postura no primeiro turno. Mas, no segundo turno, ela vai se manter neutra. Ela já estava pensando isso, e eu ponderei que ela é vice-presidente do partido, e não ficaria bem ela se posicionar contra uma candidatura do partido”, disse Bezerra, que se reuniu com Janaína na manhã desta quarta-feira (18), na Assembleia Legislativa. 

O cacique do MDB ainda aproveitou a visita para buscar o apoio do deputado Eduardo Botelho (DEM), presidente da Casa.

Segundo ele, Botelho está analisando a possibilidade.  

Vale lembrar, entretanto, que DEM de Cuiabá já oficializou o apoio a Abílio Júnior (Podemos), mas é notória a proximidade do presidente da ALMT com Emanuel.  

“O deputado Carlos Bezerra veio aqui, tivemos uma reunião. Ele pediu voto para o Emanuel Pinheiro, se reuniu com alguns deputados. É natural ter estas conversas agora, nós já conversamos com várias pessoas. Estou ouvindo as pessoas que trabalharam na campanha para, depois, tomarmos uma decisão. Este é o caminho que quero seguir para decidir se vou apoiar o Emanuel, apoiar o Abílio ou ficar neutro. Esta é a consulta que estou fazendo, vou aguardar e até quinta-feira teremos uma posição”, explicou Botelho. 


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Você acha que o Cuiabá Esporte Clube tem chance de acesso à Série A do Brasileirão?
Sim
Não
Ainda falta estrutura
Precisa investir no elenco
PARCIAL