NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Quarta-feira, 02 de Dezembro de 2020
POLÍTICA
Quinta-feira, 19 de Novembro de 2020, 15h:40

EFEITO GISELA

Emanuel diz que Governo Mendes é "truculento" com o servidor público

Prefeito recebe declaração de apoio do Fórum Sindical e reafirma críticas ao governador

KAMILA ARRUDA
Da Reportagem
Assessoria
Emanuel Pinheiro recebe manifestação de apoio de sindicalistas ligados aos servidores públicos

A declaração de apoio do governador Mauro Mendes (DEM) à candidatura do vereador Abílio Junior (Podemos), no segundo turno das eleições em Cuiabá,l gerou uma forte reação no prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), que disputa a reeleição.

O emedebista voltou a fazer duras críticas ao chefe do Executivo Estadual. 

Em reunião com representantes do Fórum Sindical, na manhã desta quinta-feira (19), o prefeito classificou a administração estadual como “truculenta”, no que se refere ao tratamento dado ao funcionalismo público. 

"Hoje, temos em Mato Grosso um Governo truculento, que zomba de servidores aposentados, inativos e de todos. Não podemos nos acovardar com esse comportamento imperialista e movido pelo ódio”, afirmou Emanuel.

Além disso, observou que Mauro Mendes “quer ampliar a sua força política e tomar a Prefeitura de Cuiabá para implantar esse desmonte”.

“Nessa eleição, é nas urnas que temos que dar um basta na união entre Mauro Mendes, Roberto França e Abílio. Eles não têm nenhum compromisso com os servidores”, completou. 

Para Emanuel, o governador tenta jogar a sociedade contra o servidor público.

“Ele se elegeu  fazendo agrados e promessas, mas chegou lá e liquidou direitos e conquistas dos servidores. A gente precisa dar uma resposta a esse modelo. Esse é o momento de darmos um não a esses gestores, que escondendo a sua incompetência, jogam a culpa nos servidores públicos. E joga a sociedade contra os servidores”, afirmou.

O prefeito aproveitou para destacar a atuação de sua gestão em relação ao ao funcionalismo púbico.

“O papel do gestor é construir pontes entre a sociedade e o gestor públicos, e não isso que estamos vendo. Quero sempre o servidor ao meu lado, valorizado e respeitado. São vocês que levam os serviços da prefeitura lá na ponta. A única gestão em que nunca ocorreu uma greve foi a nossa. A gestão passada, do ex-prefeito Mauro Mendes, teve três greves na Saúde e três na Educação e parou a coleta de lixo. Servidor público não precisa parar para reivindicar os seus direitos", disse.  

Durante a reunião, mais de 20 sindicatos que englobam o Fórum Sindical de Mato Grosso declararam apoio candidatura do prefeito à reeleição, praticamente no mesmo momento em que a ex-superintendente do Procon Estadual, Gisela Simona (Pros), anunciava apoio à candidatura de Abílio Júnior. 

"Me considero responsável por ela [Gisela] ser candidata e fui fiel escudeiro, mas fiz uma enquete na minha categoria da Saúde e a maioria opinou pelo nome de Emanuel Pinheiro. E vim pedir para Emanuel reafirmar a melhoria ao Sistema Único de Saúde (SUS) e dos servidores públicos valorizados e respeitados. Isso você fez na sua gestão”, disse o vice-presidente estadual do Pros em MT, o sindicalista Oscarlino Alves, que também não poupou críticas ao adversário de Emanuel. 

“O outro candidato diz por aí que vai mandar embora mais de três mil servidores, independemente do vínculo funcional. Mas, por essa pauta nacional, estamos sujeitos a esse desmonte dos servidores. Vamos agradar a maioria e desagradar alguns. E nós temos a perspectiva de desmontar essa aliança firmada entre o Governo e esse candidato a prefeito, que quer fazer a liquidação dos servidores", completou. 


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Você acha que o Cuiabá Esporte Clube tem chance de acesso à Série A do Brasileirão?
Sim
Não
Ainda falta estrutura
Precisa investir no elenco
PARCIAL