NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Sábado, 15 de Agosto de 2020
POLÍTICA
Terça-feira, 23 de Abril de 2019, 01h:50

ELEIÇÃO 2020

Prefeito reafirma que não pensa em reeleição

“Eu já liberei a minha base, eu sou candidato a cumprir os meus compromissos com a população cuiabana”, disse

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) voltou a reafirmar que não esta pensando em reeleição. O emedebista firma que, inclusive, já liberou as suas bases para trabalhar outro nome para o pleito do ano que vem.

“Eu já liberei a minha base, eu sou candidato a cumprir os meus compromissos com a população cuiabana. Eu não vou discutir eleição de 2020 agora, e a tendência maior é eu não ser candidato, tanto que eu já liberei minha base, meus companheiros, para quem quiser construir candidatura. Eu já sou prefeito, não estou preocupado com eleição, estou preocupado em trabalhar e fazer as entregas para a população”, disse o emedebista.

Entre os cotados está o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Eduardo Botelho (DEM). Para o chefe do Executivo Municipal, o democrata seria um “grande nome” para a disputa.

“Botelho é um grande nome e, pelo que eu vi, para qualquer cargo. Ele é um grande nome para prefeito de Várzea Grande, de Cuiabá, senador da república, e até conselheiro do Tribunal de Contas. Então, ele é um coringa, um político articulado que, no exercício da presidência da Assembleia, tem se fortalecido, tem ajudado muito Cuiabá, tem se posicionado muito a favor de Cuiabá, ajudando o prefeito a enfrentar os problemas e a contornar as dificuldades”, avaliou.

Questionado sobre a possibilidade de vir a apoiar o deputado para a eleição para Prefeitura de Cuiabá, Pinheiro afirma que este tema será tratado pelo seu partido.

“Isso passa pelo grupo, é uma articulação que tem que partir dos partidos aliados. Eu não vou falar sobre isso este ano. Não estou preocupado com eleição”, reafirmou.

Botelho se licenciou do cargo na semana passada. O emedebista ficará afastado, tanto da presidência quanto da função parlamentar, por 121 dias.

Neste período, ele afirma que irá fazer uma reflexão sobre seu futuro político. Isto porque, além de estar sendo cotado para disputar a eleição na Capital, o seu nome também está sendo ventilado em Várzea Grande.

“Há essa possibilidade de candidatura. Vou ter um momento de reflexão, aproveitar os dias parados pra ler um pouco e, evidentemente, fazer algumas reflexões sobre o futuro político também, lógico. Como pessoa, me sinto preparado tanto pra ser prefeito de Cuiabá como de Várzea Grande. Agora, condições eleitorais para eu ser candidato, aí não sei se vamos adquirir. Isso vai depender do partido, da formação dos grupos, uma série de circunstâncias que não sou só eu que construo”, disse.

 


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
O Brasil já ultrapassou as 100 mil mortes pela Covid-19. Para você, quem tem culpa?
O presidente Jair Bolsonaro
Os governadores
Os prefeitos
Ninguém. A doença é incontrolável
PARCIAL