NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Quinta-feira, 09 de Julho de 2020
Primeira Página
Terça-feira, 01 de Novembro de 2016, 20h:17

50 MAIS RICIS

Dois prefeitos de MT entre os mais ricos

Francis Maris, de Cáceres, tem R$ 60 milhões e Toni Mafini, de Novo Mundo, R$ 55 milhões

RAFAEL COSTA
Da Reportagem
Dois prefeitos eleitos em Mato Grosso figuram na lista dos mais ricos dos 50 mais ricos do Brasil de um total de 1,1 mil analisados. De acordo com levantamento do site G1 produzido com base nos dados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). O prefeito reeleito de Cáceres, Francis Maris (PSDB), acumula patrimônio de R$ 60,159 milhões. Outro mato-grossense na lista é o prefeito de Novo Mundo, Toni Mafini (PSDB), com R$ 55,573 milhões. Entre os mais de 5,5 mil prefeitos eleitos nas eleições municipais deste ano há 1,1 mil milionários, segundo levantamento do site G1 junto aos dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ou seja, um em cada cinco eleitos para comandar as prefeituras a partir de 2017 declara possuir patrimônio superior a R$ 1 milhão. O mais rico é Vittorio Medioli (PHS), eleito para administrar o município de Betim (MG). O patrimônio dele declarado na Justiça Eleitoral é de R$ 352,272 milhões. Em seguida, aparece Antidio Lunelli (PMDB), futuro prefeito de Jaraguá do Sul (SC) com R$ 280,449 milhões. Em terceiro lugar está o prefeito eleito de São Paulo João Doria (PSDB), que tem declarado R$ 179 milhões. Do total, 55 prefeitos eleitos declaram possuir patrimônio superior a R$ 10 milhões e, destes, 29 dizem possuir mais de R$ 20 milhões. A maioria está em Minas Gerais, estado que tem 161 prefeitos milionários eleitos. Em seguida, aparecem São Paulo, com 137, Rio Grande do Sul, com 85, Paraná, com 83, Bahia, com 80, Goiás, com 73, e Mato Grosso, com 63. O levantamento ainda aponta que o prefeito eleito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB), é um dos 11 que irão administrar Capitais com patrimônio superior a R$ 1 milhão de reais. Das 26 capitais brasileiras, 11 serão governadas por milionários. São elas: Belém (Zenaldo Coutinho, do PSDB); Belo Horizonte (Kalil, do PHS); Campo Grande (Marquinhos Trad, do PSD); Cuiabá (Emanuel Pinheiro, do PMDB); Goiânia (Iris Rezende, do PMDB); João Pessoa (Luciano Cartaxo, do PSD); Natal (Carlos Eduardo, do PDT); Palmas (Carlos Amastha, do PSB); Porto Velho (Dr. Hildon, do PSDB); Salvador (ACM Neto, do DEM); e São Paulo (João Doria, do PSDB). Entre os partidos, os que mais conseguiram eleger prefeitos milionários foram PSDB (206), PMDB (205), PSD (107), PP (81), PSB (79), PDT (66), PR (60), DEM (53), PTB (49), PT (32) e PV (29).

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
O que você achou da decisão da Justiça de decretar lockdown em Cuiabá e VG?
Acertada
Demorou
Antes tarde...
Tanto faz
PARCIAL