NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Terça-feira, 14 de Julho de 2020
Primeira Página
Quinta-feira, 24 de Novembro de 2016, 20h:43

Eraí prega industrialização do algodão em MT

Em tom descontraído Eraí disse aos deputados da CPI que Mato Grosso precisa industrializar seu algodão – o estado produz a metade da pluma nacional – e para tanto tem que reabrir uma indústria em Rondonópolis e instalar outras, em Cuiabá. A planta fechada em Rondonópolis é da Santana Textiles, que produzia 15% do índigo blue brasileiro. “Verticalizar a cotonicultura em Mato Grosso é gerar empregos e promover justiça social”, avaliou Eraí. Didático o empresário citou que na fabricação de uma calça jeans com o índigo blue a indústria têxtil desembolsa R$ 4 e que nenhuma calça é vendida por menos de R$ 40. Após ser ouvido Eraí conversou com a imprensa. Ele não aceita a pecha de sonegador. Argumentou que o financiamento de sua atividade na lavoura é feito por organismos financeiros internacionais como o Citibank, Credit Suisse e outros. Nenhum dos financiadores negocia com cliente sonegador, envolvido em escândalo financeiro, em ações ambientais e em litígio com povos indígenas. Sobre seu depoimento tomado no apagar das luzes da CPI Eraí considera que deveria tê-lo feito logo no início da instalação daquela comissão, mas que não o fez “por bobagem seguindo orientação de seu advogado”. Após essa frase olhou em volta até ver o advogado e ironizou, “às vezes o advogado erra feio”. (EG).

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
O que você acha da decisão da CPI do Paletó de pedir o afastamento do prefeito?
Ele tem que ser afastado
Ele tem que ser cassado
Ele é inocente
Tanto faz
PARCIAL