NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Sábado, 11 de Julho de 2020
Primeira Página
Quinta-feira, 03 de Novembro de 2016, 20h:17

PACTO POR CUIABÁ

Harmonia no encontro de Emanuel com Taques

Adotando o discurso de harmonia política e um pacto pela defesa de Cuiabá, o prefeito eleito Emanuel Pinheiro (PMDB) foi recepcionado na manhã de ontem pelo governador Pedro Taques (PSDB) em seu gabinete no Palácio Paiáguas. Apesar da reconhecida oposição na Assembleia Legislativa e na campanha eleitoral ao grupo político de Taques, Emanuel Pinheiro disse que as divergências políticas estão superadas em favor de Cuiabá. Após uma conversa de aproximadamente 30 minutos com o governador Pedro Taques, Emanuel Pinheiro saiu satisfeito da reunião. "Não poderia esperar outra atitude do governador que não fosse o diálogo e a vontade de ajudar Cuiabá", disse. O peemedebista, que exerce mandato de deputado estadual na Assembleia Legislativa, disse que se colocou à disposição para interceder junto com a bancada federal de Mato Grosso para receber do governo federal a quantia próxima de R$ 400 milhões referente ao FEX (Fundo de Auxílio de Fomento à Exportação). “É de nosso interesse que o Estado consiga ter seus repasses devidamente recebidos pela União e com o caixa equilibrado. Sem o auxílio do Estado, o município dificilmente conseguirá concluir obras estratégicas à população como o novo pronto-socorro. O governador Pedro Taques prometeu se empenhar em auxiliar o município também, e não esperava outra postura que não fosse essa”, destacou. Por outro lado, o governador Pedro Taques afirmou que o diálogo com Emanuel Pinheiro foi pautado pelas obras que a atual gestão estadual está conduzido em Mato Grosso, com destaque para o auxílio de R$ 50 milhões nas obras do novo pronto-socorro de Cuiabá, o auxílio financeiro ao Hospital São Benedito e a recuperação do asfalto na Avenida do CPA. Apesar de reconhecer a posição divergente no cenário político, Taques disse que não vê problema algum para manter uma boa relação com a futura gestão do PMDB no município. “O patrão do político é o povo e nós devemos respeitar a vontade das urnas. Emanuel Pinheiro foi eleito pelo povo e nós vamos manter o mesmo modelo de gestão. Nenhum prefeito em Mato Grosso pode alegar que sofreu alguma discriminação por questão partidária. Isso é inimaginável numa gestão pública. Não vamos prejudicar a população de Cuiabá em razão de eleição que já passou. Tenho certeza de que nossa relação será extremamente republicana. A eleição ficou para trás. Temos grupos políticos diversos, mas fomos eleitos para administrar e concretizar políticas públicas”, disse Taques lembrando que na conversa com Emanuel, além dos repasses já feitos à prefeitura na área da Saúde, garantiu que o governo do Estado irá cumprir a promessa eleitoral de concluir as obras do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT), que também foi um dos motes da campanha do peemedebista. O governador ainda ressaltou que mantém uma boa relação pessoal com o futuro prefeito de Cuiabá. “Conheço Emanuel Pinheiro desde criança e sempre mantivemos uma relação cordial”.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
O que você achou da decisão da Justiça de decretar lockdown em Cuiabá e VG?
Acertada
Demorou
Antes tarde...
Tanto faz
PARCIAL