NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Quarta-feira, 05 de Agosto de 2020
Primeira Página
Quarta-feira, 24 de Fevereiro de 2016, 20h:33

APÓS BLAIRO...

Janaína pode recuar de filiação

A deputada estadual Janaína Riva (PSD) ainda não bateu o martelo quanto à sua filiação ao PMDB. Ela afirma que está repensando o fato e não descarta a possibilidade de vir a escolher outra legenda para se filiar. Por conta disso, a parlamentar ainda não remarcou seu ato de filiação ao PMDB. Ela deveria ter ocorrido no último dia 18 durante um grande ato com a participação do vice-presidente Michel Temer. Na oportunidade, o senador Blairo Maggi (PR) também se filiaria à sigla. O evento, entretanto, foi cancelado em decorrência de um choque na agenda do vice-presidente. A tendência é de que sua visita seja remarcada para meados do próximo mês. Apesar de ainda não dar como certa sua filiação ao PMDB, Janaína afirma que os vereadores que também optaram por deixar o PSD já estão sendo acomodados em outras legendas. “Os vereadores já estão sendo acomodados. Eu disse desde o início que os vereadores seriam acomodados no PR, PMDB, PDT e SD. Então, independente da minha ida, eles já vão se acomodar na janela, porque eles não têm tempo, como eu tenho, para definir a situação”, explica. A deputada afirma que deve esperar a movimentação dos demais parlamentares para resolver se confirma a sua ida para o PMDB ou escolhe outro partido. “Para mim ficou uma situação cômoda, até porque eu posso esperar para ver quais deputados vão mudar de partido até o dia 19, para depois escolher o partido no qual eu me encaixo melhor. Após essas movimentações dos deputados, pode ser que um partido fique maior para o meu tamanho do que outros. Então eu tenho que avaliar isso com mais responsabilidade”, enfatiza. As outras opções de Janaína seriam o PR e o PDT, partidos de oposição ao governo do Estado. “Neste momento ainda penso em ir para o PMDB. Se tudo continuar da forma que está, eu devo ir para lá. Mas também não fechei as portas para o PR e PDT, tanto que tenho colocado alguns vereadores nesses partidos que eu considero que serão os partidos de oposição ao governo nas próximas eleições”, pontua. Janaína não é a primeira liderança que o PMDB pode perder. O senador Blairo Maggi (PR) estava de malas prontas para a legenda e na semana passada recuou. De acordo com ele, sua decisão foi motivada para impedir um “racha” em seu grupo político às vésperas da eleição municipal. Ele afirma que quando definiu que iria para o PMDB não levou em consideração as conjunturas regionais. Segundo ele, sua decisão foi embasada em planos nacionais. “Quando decidi pela minha filiação ao PMDB foi olhando mais o plano nacional do que o estadual. E não tive dúvida disso. Agora, a decisão foi pela eleição municipal onde existe nitidamente a separação de dois grupos políticos neste momento no Estado”, explicou. (KA)

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Como você vê as acusações entre Mauro Mendes e Emanuel Pinheiro sobre o caos na pandemia?
O governador é o culpado
O prefeito da Capital também tem culpa
Essa briga prejudica as ações de combate à Covid-19
É uma disputa político-eleitoral
PARCIAL