NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Sexta-feira, 03 de Julho de 2020
Primeira Página
Quinta-feira, 10 de Janeiro de 2019, 18h:03

LOA prevê redução de duodécimo da Assembleia e Tribunal de Contas

A Assembleia Legislativa sofrerá uma redução de aproximadamente R$ 35 milhões em seu orçamento neste ano. A medida foi proposta pelo governador Mauro Mendes (DEM) na Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2019, a qual teve o seu substitutivo protocolado na Assembleia. Além do Parlamento Estadual, o Tribunal de Contas também terá o seu duodécimo reduzido neste ano. A LOA determina uma redução de R$ 17 milhões no orçamento da Corte. Conforme o texto elaborado pela equipe econômica de Mendes, o Legislativo terá uma redução de 7%, passando de R$ 533 milhões em 2018 para R$ 500 milhões em 2019. Já no que tange ao TCE, a proposta é reduzir em 5% o repasse, saindo de R$ 360 milhões no ano passado, para R$ 344 milhões neste ano. O democrata ainda trabalha no convencimento dos demais Poderes no que tange a ajustes nos repasses. Mendes também propôs redução no orçamento dos demais órgãos, mas ainda sofre resistência. No total, o chefe do Executivo Estadual propôs uma redução de aproximadamente R$ 64 milhões no repasse aos Poderes. No entanto, o orçamento do Ministério Público, Tribunal de Justiça e Defensoria Pública seguiram os mesmos parâmetros dos anos anteriores, o que gerou reduções mínimas no valor dos repasses. A LOA de 2019, apresentado pela equipe econômica de Mendes, prevê uma redução de 0,5% para o Poder Judiciário, 0,4% para o Ministério Público Estadual e 2,8% para a Defensoria Pública, o que geraria uma economia de R$ 79.942.165,66. Desta forma, o Poder Judiciário sairia de um duodécimo de R$ 1,495 bilhão para R$ 1,486 bilhão, a corte ministerial passaria de R$ 459,5 milhões para R$ 457,6 milhões, e a Defensoria receberia neste ano R$ 138 milhões, ao invés de R$ 142 milhões, valor repassado no ao passado. A mensagem será debatida pelos parlamentares junto aos demais Poderes na próxima semana. A expectativa é que ela seja votada ainda este mês.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
O que você achou da decisão da Justiça de decretar lockdown em Cuiabá e VG?
Acertada
Demorou
Antes tarde...
Tanto faz
PARCIAL