NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Quarta-feira, 08 de Julho de 2020
Primeira Página
Segunda-feira, 28 de Janeiro de 2019, 17h:35

SERVIDORES PÚBLICOS

Salários devem ser regularizados no 1º semestre, diz Mauro Carvalho

O secretário chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, disse ontem que o salário dos servidores públicos deve ser regularizado ao longo deste primeiro semestre. No entanto, ele confirmou que o pagamento da folha referente ao mês de janeiro será quitada em fevereiro com escalonamento. No entanto, as faixas salariais e datas e serem pagas ainda serão definidas. “Este mês de fevereiro vai existir algum escalonamento ainda, mas acredito que neste primeiro semestre vamos regularizar essa situação. Porque não é uma coisa que você toma uma decisão hoje, como é o caso do Fethab, e amanhã está colocando o dinheiro em caixa”, disse Carvalho em entrevista a Rádio Centro América. O governador Mauro Mendes revelou na última semana que o salário pago em fevereiro terá parte quitada no dia 10. Ou seja, ele irá pagar uma faixa única salarial a todos os servidores e os que recebem mais do que o creditado nesta data, serão pagos no decorrer do mês. "Com certeza teremos escalonamento em fevereiro. Agora, o foco do governador Mauro Mendes é regularizar dentro do possível essa situação. Ninguém quer continuar convivendo com os salários atrasados”, disse. Ele reconheceu o sofrimento dos servidores em decorrência dos atrasos salariais, mas cita que Governo trabalha para ajustar o equilíbrio das contas. “Essa é uma notícia muito triste. Você assumir o Governo e não pagar o salário em dia, não é sonho de ninguém. O governador Mauro Mendes não tinha nenhuma expectativa com relação a isso e é muito triste você deixar milhares de pessoas sem receber o seu salário que é sagrado“, desabafou. Carvalho acredita que diálogo com as categorias tem prevalecido e pontua que todos tem a consciência de que não ganham benefício nenhum com possível paralisação. “Particularmente não acredito em greve, neste momento. Estamos há 25 dias no Governo e se greve for solução eu vou aderir a ela. Se greve trouxer dinheiro para o caixa do Governo eu realmente estou junto com os servidores. Nós queremos mesmo que o servidor vem construir conosco o Estado”, completou.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
O que você achou da decisão da Justiça de decretar lockdown em Cuiabá e VG?
Acertada
Demorou
Antes tarde...
Tanto faz
PARCIAL